30 de abril de 2009

Os bebés e a química

Hoje fiz a minha primeira abordagem ao mundo da higiene do bebé, há muitas marcas, os preços dos kits "tudo em 1 mais mala fofinha" rondam os 50 euros; primeiro dispenso a mala fofinha, segundo e mais importante, eu não sei ao certo o que comprar. Naturalmente que a questão das ofertas é vacilante, principalmente para quem me conhece... no entanto, a questão da química é algo que me perturba. Existem por aí produtos à venda, destinados aos bebés e que têm nas suas fórmulas, químicos altamente cancerígenos e outras coisas horríveis que eu nem quero aprofundar para não ter que usar só água e sal marinho.
Daquilo que tenho conhecimento os ingredientes mais nocivos são: Formaldeído (ou formol) e Dioxana (da família dos éteres); nesta tabela podem consultar alguns produtos onde foram detectados níveis de toxicidade. Confesso que fiquei surpreendida por o champô Johnson's Baby estar entre os presentes dessa lista. É uma marca que certamente lidera o mercado há muitos anos, todos nós a usámos/usamos e não se faz nada?! Eu certamente não usarei...
Pelas conversas que tenho tido, noto uma predilecção das marcas Avene e Uriage, claro que a mim também me agradam e provavelmente serão as eleitas. Recentemente descobri a Mitosyl, uma senhora de propaganda médica quase me sequestrou numa farmácia e la me deu uma água de rabinho que também faz milagres às borbulhas do acne juvenil tardio (o meu triste caso). O facto é que essa água da Mitosyl tem surtido efeito e o que a senhora disse é que os enfermeiros do S. João usam essa linha de produtos e que à conta disso muitos bebés nem chegam a ganhar a crosta láctea. É certamente uma opção em aberto.

Agora pergunto-vos, quais as vossas experiências e resultados? Quero saber tudo, não escondam nada.



ps. na incursão de hoje acabei por comprar um protector solar Uriage para a cara de modo evitar o tal do Pano uma vez que dizem que finalmente vem aí calor!!

11 comentários:

Pinguina disse...

Olá, eu também fiquei baralhada com tanta oferta e que ofertas!
Depois de ouvir muitas opinioes decidi-me pelo essencial porque os bebés no início nao precisam de praticamente nada e o uso de produtos de higiene aumenta o risco de alergias. Só comprei um creme para eventuais assaduras no rabinho e um óleo (marca weleda). Como estamos a chegar ao Verao vou precisar de um protector solar e tudo o resto pode-se ir comprando quando houver necessidade. Nao faz sentido investir em produtos que nao sabemos se irao fazer falta ou nao. Aqui fica a minha opiniao...

**SOFIA** disse...

olá Pinguina, obrigada pela visita!
Obrigada pela tua opinião, de facto concordo com essa abordagem, quanto mais complicarmos mais complicações teremos!!!

volta sempre.

R. disse...

Bom,da minha experiência posso dizer que a Uriage não me tem desapontado: uso a 1ª água para juntamente com uma compresso limpara o rabinho (bani as toalhitas, excepto as da uriage que apenas têm água e para quando vou em viagen).
Uso o champoo, que até agora não me tem dado problemas! Comprei o creme mas não o uso porque o médico receitou uma que tem resultado às mil maravilhas a-derm.
Também experimentei o creme barreira da uriage, mas ela começou a ter o rabinho assado e eu mudei para halibut (e resultou às mil maravilhas)!

Agora queria comprar-lhe uma aguinha de colónia, mas ainda não investiguei sobre o assunto.

Tica disse...

Normalmente o médico do babe aconselha à medida que vais às consultas, não compres coisas já que depois podes não usar ou até mudar de opinião. Eu acho que quanto menos coisas colocares no babe melhor e quanto menos complicadas quimicamente. E sabes qual é a pior coisinha em termos químicos para um babe, e até para nós? o perfume!
Já que tocaste no assunto a nossa prenda é exactamente um livro sobre este e mais alguns temas, todos muito ecológicos e orgânicos. Do not stressate!

Tica disse...

Um post que ainda não fizeste...Vais guardar as células estaminais?

**SOFIA** disse...

pois a questão do perfume é crítica diria eu, acho que quanto menos "cheiroso" estiver o bebé melhor, e isso vale também para mim e o pai. o bebé identifica os adultos pelo seu cheiro natural, se usarmos perfumes isso irá confundí-lo. claro que é uma teoria, mas acho que quanto mais simples melhor!

quanto ao presentinho ficamos a aguardá-lo e de certeza que vamos adorar!!!! brigada***

celulas estaminais, mais la para a frente, ainda estou processando :)

Patricia disse...

Olá querida,
Também compartilho da opinião de que quanto menos coisas usares no bebê, melhor.
Mas resolvi te escrever pois tive as mesmas dúvidas que você quando estava grávida, fiquei perdida no meio de tanta oferta...
Pomadas para assadura há as preventivas e as de tratamento, e não é necessário usar nenhuma delas sempre. A preventiva eu uso apenas na fralda da noite, que ficará muito tempo sem trocar.
Shampoo uso pouquíssimo, dia sim- dia não e o mesmo vale para o sabão no banho. A pele dos bebês é tão fininha e se resseca com facilidade se abusarmos do sabão, que elimina a umidade natural. Não sei se há em Portugal, mas aqui no Brasil temos os produtos da Weleda, que são o máximo! Mas, para os bebês (e os pais do bebês tb) "Less is more".
Saudações!

**SOFIA** disse...

olá patrícia, que sejas bem-vinda aqui no nosso canto!
a marca weleda existe em portugal, porém acho que nunca vi à venda, apenas pesquisei depois de a teres referido (assim como a Pinguina). é algo a procurar certamente.
volta sempre!

MarianaS disse...

Olá, já tinha escrito uma achega enorme que não "colou", sabe-se lá porquê...
Agora não tenho tempo de a repetir, por isso vai uma versão resumida:
1. Da minha experiência, e dado que a minha princesoca tem pele seca com tendência atópica, a Uriage, sendo mto boa, n é melhor que outras da farmácia - p.ex. A-derma (esta recomendo vivamente) ou Avéne (Pediatril) - e é significativamente mais cara, talvez por ter já muito nome;
2. Nos primeiros tempos, dispensei por completo toalhitas Dodot, desde que soube que estas são usadas nas oficinas para limpar estofos dos automóveis (agora uso, porque o cocó é demasiado potente); usava sempre aguinha de limpeza ou água da torneira;
3. Creme para o rabinho, tb conhecido por creme barreira, recomendo vivamente o Eryplast da Lutsine - é de longe o mais fácil de usar e mais eficaz, de todos os que experimentei;
4. No início, realmente, less is more: gelzinho para o banho, q tb dá para a cabeça e creminho hidratante, q podes substituir por óleo vegetal (tipo amêndoas doces ou outro), sendo q este último tem a vantagem de poderes usar tb para as sessões de massagem do babe (q dizem ser tão útil nos primeiros tempos para prevenir e tratar cólicas).
Ops, afinal ficou outra vez testamento :)
Bjs!

**SOFIA** disse...

olá mariana, obrigada pelo teu post. realmente a ideia do oleo de amendoas é mto boa e vai de encontro à minha maneira de pensar, "produtos tradicionais são sempre as escolhas certeiras".

devo dizer que todas as vossas opiniões foram estupendas e isso faz com que valha a pena a exposição da minha situação bem como da minha pequena.

obrigada a todas e Opinem pra frente! SEMPRE SEMPRE
:)

Farmácia Turcifalense disse...

Temos a gama completa de produtos da Mitosyl no nosso web site.
Deixamos aqui o link para quem quiser visitar.