6 de dezembro de 2009

Prova superada! #2

A propósito de deixar a nossa criança ao cuidado de queridas amas secas, este fim-de-semana aconteceu algo que já há muito estávamos à espera: sair à noite.
Tínhamos um jantar de aniversário, os titios disponíveis e a criança bem-disposta, conjugou-se Vénus com Saturno, o vento soprava a nosso favor e tudo correu estupendamente!
Os titios chegaram e eu comecei o ritual nocturno: banho, 1500 beijinhos e canções tolas, leitinho e depois esticar para o sofá. A instrução era clara: a partir do momento em que decidirem deitar a cachopa não podem voltar atrás com a vossa decisão (a não ser que ela chore como se o mundo fosse acabar).
Saímos. O jantar correu bem, estávamos confiantes e não telefonámos para controlar a situação. Entretanto recebemos uma mensagem a confirmar que a operação havia sido bem sucedida e que estava tudo sob controlo - a pequena dormia e estava tudo na paz do Senhor.
Chegámos pelas 00:30 pois não queríamos alugar por mais tempo a mana e o cunhadão, eles estavam tranquilos e contaram entusiasmados o decorrer da operção e as pequenas peripécias que aconteceram, tais como:

- a luz do tecto do quarto que sem querer se acendeu :DD
- a mana que deitava a pequena e o cunhadão que levou o telefone ao quarto para a minhã mãe se por ao corrente da operação
- o intercomunicador que funcionou de maneira estranha
- a pequena que despertou ao ser deitada e que arregalou os olhos quando viu uma carinha e ouviu uma voz diferentes das minhas

À parte destes detalhes normalíssimos a noite foi um sucesso, nós fomos socializar, os titios ficaram contentes pois ainda não haviam tido uma experiência do género e a Leonor ficou tão bem adormecida que nos brindou com um sono seguido até às 06:30 da manhã.
Só foi "pena" termos ficado à conversa até às 02:00 :DDD

1 comentário:

Maria de Lurdes disse...

Foi muito giro, mas a luz apenas se acendeu um nano-segundo, porque ninguém me disse qual era o interruptor certo!

Quando voltarem a precisar, já sabem, estamos à vossa disposição, é bom para vocês e giro para nós!