21 de janeiro de 2009

48 horas de pura adrenalina!!!

Pois que lá porque se anda de esperanças não quer dizer que morremos para a aventura, ai não, não!

Tudo começou na madrugada do dia 20 de Janeiro.
3 da manhã, estava eu a sonhar com um mundo lindo, quando acordo com uma vontade enoooorme de fazer xixi. ok lá fui eu resolver o problema, deitei-me e passados uns minutos tive vontade novamente... resultado, levantei-me fiz novamente a cena e fui direita ao duche.
Deitei-me e tudo na mesma. WC novamente e depois lá estava ela, uma infecção declaradamente vermelha, da cor da urgência.
Lá teve o RP que ser moderno e levantar-se e passar uma hora e pouco na urgência e farmácia e tudo. Correu bem assim que emborquei 1 litro de água. O vermelho descoloriu e a vontade doida de ir ao wc foi-se desfazendo. Fui trabalhar. Entre Aveiro e Porto não aguentei a pressão e optei por sair numa estação moderna com wcs limpinhos e novos e para meu espanto SEM PAPEL (shame on you Espinho!!!). Ok prova superada, trabalhei o dia todo, mais uns antibioticos e estou quase nova. A melhor parte desta aventura foi ter ouvido CLARAMENTE e bem alto o som do coração do babe lá na urgência do hospital, lá andava ele todo contente na piscina :)

A segunda aventura foi hoje de manhã....
Ia eu no comboio, dorimitando ao som da Antena 3 quando acordo pensando que estava perante um apocalipse bíblico. Eu estava resguardada junto à janela mas no corredor TODA a gente corria para o fundo do comboio a fugir sei la eu de quê. No início pensei: um psicopata assaltou esta cena e vamos todos pelos ares, depois reflecti melhor e realizei que estavamos praticamente na aldeia e portanto descartei logo essa hipótese.
Depois achei que devia ser um maluquinho qualquer que teria desatado à porrada a alguém mas como estava tudo a tentar partir os vidros a coisa parecia ser mesmo a valer.
Passado um bocadinho desbloquearam as portas e os meus companheiros de viagem pudemos sair finalmente. Eu saí também ainda meia atarantada com tudo aquilo. Cheguei à rua e depois de acalmar uma senhora encontrei o meu amigo charlie e fomos ver o que afinal se passou.
Portanto foi um camião de terra avariado em plena passagem de nível que foi abalroado por um comboio de carga. A parte do atrelado foi atirada linha fora e partiu 3 carros estacionados no passeio. O drama foi que nós chegámos praí 2 minutos depois daquilo ter acontecido e que em vez do comboio de carga ter batido no camião poderiamos ter sido nós a causar a colisão.
Foi a minha primeira situação de pânico generalizado, eu até estava calma mas a emoção foi tanta que passei o dia cheia de dores de barriga as quais só consegui aliviar no recesso do meu lar...

3 comentários:

R. disse...

Descobri-te!!!

A tua irmã deu com a lingua nos dentes!!!

Parabéns coleguinha de barriga!!

Cá estarei eu a espreitar-te volta e meia!

**S** disse...

olá!!!
pois podes vir quando quiseres que cá estarei para contar as novidades ;)

ines disse...

Oi filhinha!
Estes dois episódios serão as duas primeiras histórias do teu bébé!

A primeira é normalíssima, a segunda não é, e espero que não se repita, porque causa muito stress, muita ansiedade e o resultado foram essas dores abdominais todo o dia, que só passaram quando tu descontraíste à noite no recesso do teu lar...

Beijinhos,
Mami