12 de março de 2012

o fim das fraldas


Há cerca de um ano ela começou a mostrar interesse nas atividades sanitárias, eu entusiasmei-me e achei que as fraldas seriam favas contadas até esse mesmo verão. Rapidamente me apercebi de que uma coisa é a vontade de aprender e que outra coisa, bem distinta, é a capacidade de executar determinada tarefa. Ela tinha interesse (eu mais ainda!) mas ela estava longe de estar preparada fisicamente para deixar as fraldas. Passou a primavera do ano passado, passou o verão, ela fez dois anos e começou a embirrar com o sacana do bacio e a missão "largar fraldas" foi abortada sem data prevista para reinício dos trabalhos.

Com a chegada de mais um bebé comecei a pensar novamente neste assunto e pareceu-nos que ela já estava com um comportamento mais assertivo e disposta a dar o salto. Aproveitando o tempo seco e estabelecidas as estratégias com a creche resolvemos que ela ía deixar definitivamente de usar fralda. Segui vários conselhos de amigas experientes e efetivamente, uma vez que tomámos a decisão não voltámos atrás: fraldas só para dormir! Assim tem sido desde há duas semanas, nunca mais lhe pusemos fralda durante o dia (excepto durante a sesta) e em intervalos de 90minutos vamos com ela ao bacio, sendo que há alguns momentos fixos - ao acordar, após as refeições e o xixi-cama. Apesar da ocorrência de alguns acidentes de percurso, o facto é que o processo correu bastante bem (correu e corre), ela anda muito motivada, celebra o acontecimento efusivamente e mostra-se bastante triste quando se distrai. As fontes de distração são a televisão, as visitas e a nossa distração das horas; raramente ela pede para ir, mas temos a sensação que esses pedidos têm vindo a aumentar tanto em casa como na creche, onde o feedback tem sido fantástico.

Sair de casa com ela nesta fase é que é mais complicado, às vezes temos alguns compassos de espera até que ela vá ao bacio, e nada se passa. Depois durante o passeio ela parece aflita mas lá se segura, o certo é que ainda não estamos muito descansados, mas creio que é uma questão de tempo e sempre que conseguimos chegar a casa sãos e secos, celebramos o acontecimento com uma bela ida ao wc!

Em jeito de conclusão:
- ainda não concluímos o processo mas estamos quase lá.
- finalmente o nosso quarto já não tem apetrechos de fraldas
- as fraldas podem facilmente tornar-se uma desculpa dos adultos para o facilitismo (andar atrás da criança a patrulhar os seus movimentos é uma grande seca e dá trabalho, a vontade de desistir é recorrente)
- em 30 meses de vida da nossa filha fizemos uma estimativa de um gasto de 1500€ só em fraldas

10 comentários:

Maria de Lurdes disse...

A dança do cocó é o ponto alto do dia , deve ser o máximo!

sofia costa disse...

A Alice só deixou aos 3 anos. Nós tentamos antes mas ela não mostrava interesse nem qualquer tipo de controlo, então desistimos, também para não tornar a coisa traumática para ela... Na escola, já perto dos 3 anos (há um ano atrás), começou a ir à sanita com os outros meninos a horas regulares, mesmo usando fralda. De repente, de um dia para o outro, disse que já não queria a fralda e assim foi. Tiramos a fralda e ela nunca mais se descuidou, houve meia dúzia de vezes, por distração com a brincadeira, mais nada. Da escola só trouxe 2 ou 3 vezes a roupinha molhada e foi assim, sem stress nenhum, nem para nós, nem para ela...
Como à noite ela já não fazia na fralda, que estava sempre seca de manhã, mais perto do verão também a tiramos e só fez 1 vez xixi na cama :)
Por isso, com ela aprendi, que cada criança tem o seu ritmo, não há necessidade de stressar as crianças nem a nós.
Conheço meninos que deixaram a fralda de dia com apenas 2 anos, mas hoje com 4 anos feitos ainda dormem de fralda :)

sofia disse...

Muito bem
Por cá tb esperámos por ela e aos 2 anos e meio deixou a fralda num instante!
Parabéns por essa nova etapa :)

gigi disse...

Muito bem! Parabéns!
Por cá ela mostra interesse, sabe perfeitamente dizer que tem cócó e xixi, avisa-me que tem... Pede para se sentar na sanita (com redutor) e sabe perfeitamente que é ali o sitio... mas não faz!!
Não insisto... um dia ela vai conseguir!

Beijocas*

Mãe disse...

A Ariana ja fez xixi e coco no pote, em casa da ama, mas chegou uma altura em que ela como nao conseguia fazer o coco no pote (apertava punha se a fralda e no minuto a seguir tinhamos fretinho quentinho) deixou tambem de fazer xixi, apesar de ama ter continuado a por no pote apesar de o resultado ser o mesmo, pote seco! Estes dias falei a ama para passarmos ao ataque mais a serio, pois ta com 2 anos feitos, Aos 3 anos quero a por na escolinha e la eles ja teem de ir sem fraldas caso contrario nao entram, a ama por seu lado disse que a ser sera melhor fazelo entao na parte do calor, que havendo descuido nao é tao chato para ela nem para nos... Claro que ate aqui tudo maravilhoso e lindo, mas ponho a questao e quando formos sair??? ate porque ainda nao consegui perceber de quanto em quanto tempo ela faz xixi, pois ja aconteceu aqui em casa, ela fazer o xixi no pote, e nao lhe por a fralda e 5min mais tarde pimba novo xixi pelas pernas abaixo! Mas espero que nao seja muito duro pois coisa que mais me meteu sempre medo foi esta fase!lolol
Boa sorte!

MarianaS disse...

Congrats!
Agora cuidado que, com a chegada do príncipe, e como é um feito muito recente, há o risco de regressão...

**SOFIA** disse...

mariana... é aí que a porca torce o rabo... vamos ver como corre!

miriam disse...

por cá tudo na mesma... o sr. jaime não quer saber do bacio nem da sanita... nada! :s o pior é que como não é o único que ainda usa fraldas, lá na escola, está-se marimbando... mesmo assim temos andado a tentar por casa... a ver vamos como corre agora com a chegada da primavera.

cibele barreto disse...

fase muito importante essa....parabéns a pequenina! o verão está à porta e é uma óptima oportunidade para o passo seguinte...sem fraldas para dormir.
beijos

Catarina Ferreira disse...

parabéns!! Sabe mesmo bem:)
Por aqui, tudo bem conquistado, tirei de dia e de noite também, felizmente já pede para fazer cocó!
Na escola distrai-se muito, muito mais que em casa. Diz que estava "escondida"....

Muita paciência e muita conversa!:)