8 de fevereiro de 2011

Reborn baby


Julgava eu que só os americanos tinham o poder supremo de me deixar de boca aberta, quando assim de repente, vejo uma reportagem na SIC, a falar de portuguesas e dos bonecos delas.
Atenção que não se tratam de uns bonecos quaisquer, são especias, são fofinhos e realistas, são os Reborn Babys! Pelo que percebi são bonecos iguais a bebés recém-nascidos, cópias fieis de expressões, pesos, texturas de pele e cabelo, que rondam os 500€ para quem os quiser encomendar. O mais fantástico foi ver mulheres (adultas!), com aspecto perfeitamente normal a passearem-se na rua com um boneco!! E antes de saírem, tratavam da "criança", mudavam-lhes a fralda, falavam-lhes, tinham gavetas cheias de roupas e acessórios, enfim, tudo o que uma mãe deve ter para cuidar da sua cria verdadeira.
Oh Senhoras!!!Oh Senhoras!!! E que tal um bonsai, ou um coelho anão, um Pincher que até ladra! Não, elas querem um bebé igual a um recém-nascido, imaginem só que havia uma tipa que pediu o boneco dela à imagem da própria filha em bebé, isto porque a filha entretanto já tinha crescido, e a senhora ficava com pena. Desculpem mas isto só dá vontade de rir, por momentos tive que me certificar que não era 1 de Abril!
Tenho dificuldade em perceber estes episódios, ou melhor, imagino que se compare a um desejo de manter acesa a chama da fase do início da maternidade e lá lá lá, mas convenhamos, quem vive neste tipo ilusão, se calhar devia procurar uma ajuda mais especializada, digo eu.... Incrível!!!

ps. fartei-me de procupar a reportagem da sic, mas não fui bem sucedida, se alguém encontrar diga!

11 comentários:

Claudia Borralho disse...

ahahahahahah
Há malucos para tudo!
Mas este é giro: http://www.reborn-baby.com/teeto.html

karu disse...

Assustador...

Marina disse...

É verdade, já os vi à venda no ebay e tudo!!!
Mas olha acho que não é caso para escárnios, pois devem ser pessoas com problemas não resolvidos.
Só para ficares com uma ideia, aqui na minha aldeia há uma senhora de uns 40 e tal anos que nunca conseguiu ter filhos e é ela que guarda em casa o menino jesus da capela, que se beija no natal. E ela faz-lhe tudo como um bebé normal, veste-o, muda-lhe a fralda, dá-lhe banho, enfim, tudo o que se faz a um bebé! Até tem uma alcofinha onde o boneco dorme.

MarianaS disse...

É caso para recomendar um sr. dr. muito jeitoso, que trabalha ali no hospital infante d. pedro...;)
Também vi a reportagem e não podia estar mais de acordo.

Catarina disse...

Também vi a reportagem e também fiquei chocada...nem sei se tinha vontade de rir se de chorar, mas fiquei de boca aberta de principio ao fim... achei perturbador mesmo.
Será que aquelas pessoas não perceberam ainda que precisam de ajuda e a sério?! O dinheirão que conseguem esbanjar num boneco...tinham cómodas de roupinhas e acessórios, carrinhos,fraldas, alcofas...tudo REAL! E tudo para colmatar uma necessidade, uma carência... quando há tanta criança a passar fome e sem amor e afecto. Será que não podiam canalizar aquele desejo todo de maternidade para essas crianças? e que tal tentarem adoptar? digo eu não sei...

Cm disse...

Cá por casa pensámos o mesmo. Gente maluca.
E ir ao cinema? Ao ginásio? Aranjar um hobby normal?
E uma terapiazita, não????

cibele barreto disse...

No mínimo, BIZARRO!
Não sei o que é pior...quem vende, ou quem compra!

Tica disse...

Marina, acho que o Menino Jesus da tua aldeia está a ser alvo de adopção forçada!!!
A reportagem deu-me arrepios de tão doentio que é... Eu acho que está ali um problema, mas elas acham que é só um hobbie...
Infelizmente nem todos podem ter filhos e depois há quem supere adoptando uma criança, outros adoptam animais abandonados, ou são voluntários em creches e lares, ou seja canalizam o seu amor para outrem... parece-me bem mais adequado e mais saudável...

Madame Pirulitos disse...

Eu já tinha lido sobre este tema há uns anitos. Fiquei pasmada. Mas entendo em alguns acasos, como o ultrapassar a perda. Noutros casos faz-me confusão.

Olha eum que sempre quis ter uma menina, comprar um(a) desses e andar a passear com ele.
Bom, mas também nunca entendi a loucira dos tamagochis.

Anónimo disse...

suas idiotass.. para quem não pode ter filhos era um grande sonho ter um bebe quase real.
Pensem um pouco !

Anónimo disse...

Não sou anónima, não sou maluca, sou normal, tenho filhos e netos.Tenho animais.
Gosto de arte (música, livros, teatro, pintura...) Coleccionei na infância bases para copos, miniaturas de perfumes, caixas de fósforo, selos de correio... enfim.
Tenho algumas bonecas antigas e... REBORN BABIES. São kits de bonecos de vinil ou silicone "renascidos" ou seja, pintados e preparados com muitas horas de trabalho (forno, implantação de cabelos, enchimento). Não os passeio na rua (mas admito que custa fechá-los nas suas caixas dado o realismo do trabalho das artistas).
Não substituem crianças mas confortam. Nem digam que custa o mesmo que adoptar, ! E a alimentação? E o infantário? E o pediatra?
São doidos os que coleccionam quadros? Estátuas? E comprar 2 ou 3 telemóveis topo de gama? Ou mesmo automóveis? ou Jóias?
Compra quem pode e quem quer.
Só não deve ser uma doença.
Sabiam que são utilizados na formação de educadores de infância?
Sabiam que auxiliam positivamente o tratamento de doentes com Alzheimer?
Os media mostram o "lado" que vende, o "polémico".
De outra forma não estávamos aqui a falar sobre BONECOS.
Boa tarde a todos!
Manuela Macedo