25 de agosto de 2009

A Amamentação


Há uma semana e uns dias que a Leonor chegou e desde essa altura até agora, nada me deu mais dores de cabeça, e de barriga!, como a Amamentação. Esta tarefa tem direito à categoria de nome próprio, pois é quase um ser que anda a sobrevoar a minha cabeça. É de facto um processo difícil, mais difícil do que o parto, os pontos, as horas acordada. Fazer com que um bebé coma através do nosso corpo é algo que normalmente é transmitido como uma imagem bonita, quase poética, a mamã com o seu filhote no regaço, horas de prazer, e tal e coiso. A verdade é um pouco mais ao lado, é penosa, desgastante e a maior parte das vezes frustrante.
Felizmente que já não vivemos na idade da pedra lascada e hoje em dia há muitas maneiras de conseguir que uma criança coma direitinho e é o caso da nossa L. Devo dizer que a bomba eléctrica safou-me de dar um tiro certeiro na minha cabeça e neste momento a L. é "100% mummy milk" mas a coisa tem as suas desvantagens, tais como a logística que envolve a extração, estrelização, imaginar o quanto ela vai querer beber, entre outros dramas :)
Acredito que com o passar das semanas vou optimizar os meus métodos e não tarda nada a coisa vai melhorar bastante, mas neste momento isto é quase como um comboio sem travões.

7 comentários:

miriam disse...

é, é verdade... custa muito. :S
vai melhorando ;) nos 1ºs 6 dias de vida o J. não pegava, tenho os mamilos pequenitos e no hospital começaram a dar-lhe suplemento. quando vim para casa insisti, insisti, insisti e ao 6º dia já só era "mummy milk", mas caramba é mesmo preciso ser teimosinha! bom, a grande ajuda nos 1ºs 2 meses dele, porque agora já os deixou, foram os mamilos de silicone. têm um senão dos grandes, causam mais cólicas, mas são uma ajuda para quem tem mamilos como os meus ou simplesmente para atenuar um pouco as dores dos 1ºs puxões descoordenados deles.
a bomba também me ajudou imenso nos 1ºs dias em que ele mamava pouquinho e em que eu estava tipo pamela anderson. agora só a uso porque já comecei a armazenar leite, no congelador, para quando ele for para o infantário.
os primeiros dias são mesmo tramados, eles ainda não sabem mamar bem, nós também não sabemos quanto tempo eles devem estar... enfim... o J. chegou a estar 1 hora a mamar :D e no 1º mês estava a engordar 50gr por dia!!! nessa altura eles devem engordar entre 20 e 30, o rapaz estava quase no dobro por inexperiência minha :D
agora é muito despachadinho e já esvazia 2 mamas em, mais ou menos, 15 minutos ;)
ui, testamento...

bom, só para dizer que se tiveres algumas dúvidas estás à vontade para pergunta, não é que a experiência seja grande :D mas 3 meses já dá para saber umas pequenitas coisas sobre eles.
beijos e boa sorte com isso.

Pinguina disse...

Eu também tive dificuldades no inicio com a amamentacao. Nao tinha leite suficiente e alem disso nao descia (ainda nao desce) facilmente. Os primeiros dias/semanas foram complicados e dolorosos mas a ajuda da enfermeira que vinha a casa todos os dias no inicio ajudou imenso. A Joana veio para casa e comecou a perdeu peso, mais do que devia. Inicialmente mamava o suplemento pelo biberao, depois atraves de uma seringa para nao rejeitar o peito. A enfermeira estabeleceu um plano de "dopping" (chamei-lhe eu) que comecou a funcionar e desde entao a Joana so se alimenta com o meu leite. Se nao tivesse tido esta ajuda ja ha muito que nao seria assim! Se puder ajudar em alguma coisa... Acima de tudo e preciso ter calma, muita!

**SOFIA** disse...

obrigada pelos vossos testemunhos, é por isso que este blog vale sempre a pena! :)

pois neste momento ainda estamos em fase de testes, ocasionalmente ela pega o peito, muito toscamente mas pega. o meu objectivo é ela crescer um pouco mais para depois passar ao bico de silicone, pois acho-o mto grande para a sua mini boca. ainda nao sei o quanto ela aumentou mas já nos pesámos com e sem ela na balança e parece-nos que já atingiu os 3kg!!!! acho que aumentar 500gr em semana e meia é bueeee, mas o facto é que ela mama como se não houvesse amanhã!

obrigada****

martabatista.com disse...

:) como já te disse eu ao princípio também usei os bicos de silicone e à Helena custou-lhe um bocadinho porque estava ainda meia adormecida e não lhe apetecia puxar muito... custou a recuperar o peso inicial...a conselho do pediatra comecei a primeiro massajar o peito...tirar um bocado de leite com a bomba e depois colocar os bicos de silicone... e ela de facto pegou muito melhor...depois lá se habituou mas só começou verdadeiramente a mamar com a "força toda" passado quase um mês... agora lá vai com o sistema igual ao teu e à noite é maminha...
o peso ainda estava no percentil 10 quase 25...
segundo o médico eles devem engordar pelo menos 100 gramas por semana mas há os que engordam 200 :) a tua Leonor está no bom caminho :D

R. disse...

A minha experiência tmabém não foi fácil. Nos primeiros tempos a Laura passav o tempo na mama - isto porque adormecia passado um minuto e por isso não ficava saciada. Resultadp? Mamilos extremamente macerados. A bomba eléctrica foi efectivamente uma ajuda porque me permitia alternar e descansar um pouco, mas o mesmo não posso dizer dos mamilos de silicone, aos quais não me adaptei de todo.

As lágrimas neste período desciam muito facilmente - assim fosse com o leite :). No entanto, com persistência, a Amamentação deixou de ser penosa e hoje tenho verdadeitos momentos mágicos com a minha filhota.

Lembra-te, como já antes te disse: confia no teu instinto e não desistas - verás que vale a pena!

**SOFIA** disse...

após uma noite de bolsar/vomitar e sujar tudo o que é roupa, a nossa pequena passou o dia bastante bem comportada. reduzimos a dose de 90ml para 75ml e a sofreguidão diminuiu, bem como o bolsar.

eu deliciei-me com canja de galinha e arroz doce maravilhoso :)

MarianaS disse...

O essencial já ficou dito! Como já falamos, é preciso ter uma paciência imensa... e, acredita, a sensação, quando verificares o aumento de peso da princesa, que ela cresceu graças ao teu leite, é muito gratificante! O resto é tudo verdade, todo o sofrimento e dedicação, literalmente damos o corpo ao manifesto!
Só te diria para continuares a contactar o sos amamentação para conseguires que ela pegue bem no peito; esse, a meu ver, deve ser o teu próximo objectivo, porque, dar de mamar no biberão, não há mesmo pachorra! Sofrer com as mamocas e ainda ter de andar às voltas com as esterilizações é mesmo o pior dos dois mundos...
Boa sorte, estou por cá para o q precisares!