12 de dezembro de 2011

chega-te a mim, bebé



Para o próximo bebé vou usar novamente a cesta/moisés/alcofa que usei da primeira vez, no entanto não deixo de apreciar e reflectir sobre os modelitos que circulam por aí. A ideia é jeitosa, mas não é para mim.

6 comentários:

Marta disse...

Eu acho a ideia giríssima e tinha-me dado um jeitaço essa proximidade.

Aline Brito Paiva disse...

Eu partilho da mesma ideia da Marta :)
Acho muito giro. No caso do meu, o berço andava na família há quase 100 anos e foi quase natural que assim continuasse.
Neste caso (friso, neste caso) tive pouco a dizer :)
Mas já tinha visto e acho a ideia otima, sobretudo para quem amamenta e quer o bebé bem pertinho, sem o ter no meio da cama.
No próximo, talvez adira à ideia.
Mas fico com a impressão que não deve dar em todas as camas, não?
Tem que encaixar..

Aline disse...

A ideia é gira e prática mas parece que o bebé pode cair.
Para a amamentação nocturna, não haveria proximidade melhor.
Beijinhos

miriam disse...

eu na altura de comprar a cama para o jaime já tinha visto este... acho o máximo!! =))) mas acho que nem sequer está à venda :s

elif kiliclar disse...

Por experiencia a alcofa e segura? Ate que idade o bebe pode dormir numa alcofa?

**SOFIA** disse...

olá elif!

nós usámos uma alcofa tradicional de palhinha entrançada (também conhecida por Moisés), gostámos imenso, embora seja bastante volumosa para transportar em viagem.
usámo-la até a nossa filha ter 5 ou 6 meses, altura em que se começou a sentar e depois também ficou muito crescida :)

espero ter ajudado*