31 de agosto de 2012

adoro um programa alternativo

Estávamos os três em casa, eu e as crianças. Ela não havia maneira de fazer a sesta (eu ainda não me rendi!), ele com a algazarra dela não conseguia fazer a sua sesta; vai daí, passei-me e peguei nas crianças e rumei à Loja do Cidadão mais próxima para fazer o Cartão do Cidadão dela.
Chegámos à loja e estava cheeeeeeeia de gente na nossa secção, tirei uma senha normal e reparei que estavam 9 pessoas à frente, não ía definitivamente esperar pela nossa vez e perguntei à senhora como era das prioridades. Não houve qualquer problema, fui atendida de seguida.
Até sermos atendidos tive tempo de explicar à Leonor o que fomos lá fazer. Mostrei-lhe o meu cartão e indiquei-lhe a máquina fotográfica, "olha ali aquela tem o Pocoyo!" calhou bem e ficámos mesmo nessa :D
Atendeu-nos um senhor, sentei a Leonor no meu colo, cheguei o carrinho para ao pé de nós e ía empurrando à medida que ele acordava do sono leve. Entretanto começou o verdadeiro desafio...

- Encosta aqui juntinho à régua amarela, filhinha!
- Não!! (Foge)
- Anda cá que isto é giro e não dói!!!
- Muito bem, 98cm!

- Olha agora vamos tirar a fotografia, está bem!
o senhor vai buscar uma cadeira; o Vasco começa a chorar; chora cada vez mais alto; fica vermelho e ela não quer subir para o raio da cadeira. Vasco no meu colo, Leonor a querer saltar da cadeira.
Passo o Vasco para o colo do senhor; senhor em pânico porque nunca havia pegado num bebé, mas depois confidenciou-me que ía ser pai de uma menina - OH que lindo, tá a ver, já vai treinando, está a ir muito bem!
Leonor começa a ganhar confiança com a máquina e já se ri, tanto se ri que tivemos que tirar 3 fotos!!

- Ok, está pronto, por favor confirme aqui os dados.
- Ok, tudo certo, mas Ressurreição escreve-se com RR ;)

típico... :D

5 comentários:

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

hahahahahah

batatas com maionese disse...

:D

chadebergamota disse...

que saga!! :D

Marta disse...

Muito bom!
Depois até conseguimos achar piada mas na hora só bufamos, não é?
E não aproveitaste para fazer também o dele? Eu fiz das duas de uma vez, duplo stress mas ficou logo tudo resolvido.

**SOFIA** disse...

por acaso o sr. perguntou se não queria também fazer o dele, mas sinceramente acho que não faz muito sentido tirar uma fotografia a uma pessoa que dificilmente abre os olhos e daqui a 6 meses é uma pessoa totalmente diferente :D