27 de janeiro de 2011

Avizinha-se uma nova fase

Há alguns dias atrás comentei na creche que a Leonor anda com muita curiosidade em saber o que se passa no wc, vem sempre atrás de nós, quer ver tudo e começa a associar o que faz na fralda com o que é suposto fazer naquela divisão da casa. Comentei estes episódios na creche e pelos vistos é tudo normal e de acordo com as teorias vigentes, o tempo quente é propício para iniciar a fase de abandonar as fraldas. Hoje cheguei à creche e a educadora vem dizer-me que experimentaram sentar a rapariga no pote, um ritual ao qual os mais velhos já estão perfeitamente habituados. Na hora da recolha, o pote dela tinha brinde!!! e aos 17 meses e meio é altamente provável que ela possa já estar apta a inicar os treinos para se tornar mais independente (e mais ecológica, convenhamos...). Eu fiquei muito contente confesso, não pelo acontecimento em si, mas pelo facto dela mostrar interesse em acompanhar os colegas mais velhos, de acordo com as educadoras ela não fica muito atrás dos miúdos da sala dela, alguns mais velhos um ano.
De qualquer forma agora vamos continuar a trabalhar neste tema, sem grandes pressões, é claro, que aqui ninguém está com vontade de meter o carro à frente dos bois. Vamos lá ver que modelos de potes existem, se há teorias fabulosas sobre a maneira disto se fazer sem grandes percalços e se será agora que me irei debruçar sobre possibilidade de virmos a utilizar fraldas reutilizáveis...  Se tiverem algo a partilhar, não se façam rogadas!

nota: para além da história do wc, também soube que hoje dormiu pela primeira vez no catre. ela cresce!

7 comentários:

R. disse...

A Laura está longe desta fase, mm mais velhinha! Comprámos um penico para ela se ir habituando e volta e meia perguntamos se ela o quer usar, mas ela diz sempre que o penico é do bubu (o boneco inseparável) e não da Laura.

Optámos por comprar um penico simples, sem bonecada, pois li algures que um penico não deve assemelhar-se a um brinquedo.

Estamos a ir com calma, sem pressões, pois o controlo do esfincter não é algo que os pais controlem. Há é que estar atento aos sinais e, de facto, tudo indica que a Lady Leo está pronta para dar o passo.

Beijinhos e boa sorte!

Marta Mourão disse...

Uma dúvida que sempre tive: e os adaptadores para as sanitas? São iguais ao penico? Vai dar ao mesmo?

**SOFIA** disse...

numa primeira fase, em que ela é muito pequena, ainda não me parece prático o redutor, por outro lado, reconheço que essa peça seria sem dúvida a sua favorita pois ela recria as nossas acções na perfeição.

ainda não comprámos o penico, mas para já será esse o nosso escolhido, simples, monocromático.

oitooitenta disse...

Com este post inevitavelmente lembrei-me do filme "Olha quem fala" :D sabes de que cena?? :D

**SOFIA** disse...

"Olha quem fala"... hum, vi o filme mas sinceramente nao me lembro da cena!
;)

martabatista.com disse...

será a cena em que a mãe está a mudar a fralda e a espeta aberta na secretária do pai que insiste que o bebé se chama mickey? :D

ah e go leonor go...a Helena cada vez que a sentámos no penico pisgou-se...parece que por estes lados vai ser mais difícil :)

oitooitenta disse...

Depois desta cena:

http://www.youtube.com/watch?v=F7o8KuJKizs

Mais tarde no filme o Mickey finalmente consegue vencer o medo e ir lá sozinho! A mãe claro, faz uma grande festa :)

Infelizmente não encontrei mesmo essa cena...