9 de abril de 2011

Matemática com estilo


Eu sei perfeitamente que a tendência para o ensino de qualquer disciplina é para a digitalização de conteúdos, ou seja, aulas com projeções animadas, computadores portáteis que cabem em pochetes, e por aí fora. No entanto, há pessoas que ainda acreditam que é mais interessante explorar os caminhos da matemática e outras ciências, através de instrumentos com um caráter mais tradicional. Eu quando era criança cheguei a ter alguns exemplares destes, infelizmente não sobreviveram a tantas mãos...
Deixo-vos alguns exemplos do que podem encontrar para este fim e outros mais, no site Present&Correct.




6 comentários:

Aline disse...

Erradíssima! A Matemática de hoje, tem tudo menos teoria e ensina-se com esses "brinquedos" como diz um senhor da secretaria da minha escola. E garanto-te que os moços aprendem assim. Há 1 dias, ensinei a multiplicação com cubos de encaixe. Essa do ensino com multimédia, deve ser para bem mais tarde. As nossas escolas estão cheias de tangrans.

**SOFIA** disse...

ainda bem que me contrarias, mesmo!
na minha outra "vida" a tendência era no sentido oposto... :(
prefiro este sentido, dos modelos, das bolas.

Yey! :)

Maria de Lurdes disse...

Acho que a tendência é mesmo para as tecnologias, cada vez menos escrevemos à mão e fazemos contas de cabeça e cada vez mais cedo usamos as informáticas ao nosso serviço.
Mas fico contente por saber que que se aprende assim, porque é de facto a melhor e mais divertida forma de aprender!

Tug@ disse...

o ideal é a junção de ambos os métodos adequando às idades e matérias, era fixe não era?

Tica disse...

fui eu no anterior, não foi o Tug@! é o que dá partilhar o PC

miriam disse...

tu cá para mim só foste aí parar para comprar globos!!! :D
são o máximo, apetece comprar tudo... eu tinha nos meus faves por causa dos cadernos e fitas colas...