18 de junho de 2012

agente infiltrado

Segundo as teorias vigentes, a chupeta é um agente do mal, dificulta a adaptação do recém-nascido à pega no peito - tudo bem, concordo, mas... eu cá sou fã desde o primeiro momento com a minha mais velha, vai daí, já fervi a do mais novo e escondi-a na mala para o que der e vier.

Eu tive algumas (muitas) dificuldades em dar de mamar, mas no fim a coisa compôs-se, e garanto-vos que a chupeta nunca foi empecilho para tal tarefa, que a minha filha distinguia muito bem de onde vinha a comezaina e de onde vinha o relax. Até aos dias de hoje este pequeno artigo faz maravilhas em horas de crise/sono da Leonor, é só aplicar e já está, ela fica zen, adora aquilo. Portanto filho meu também vai levar com chupetada mesmo sendo o hospital inteiro contra porque se diz amigo do bebé e tal e coiso. Eu também adoro bebés, mas odeio ouvi-los chorar!

Podem consultar aqui os 10 Mandamentos dos Hospitais Amigos dos Bebés. Ver ponto 9.

11 comentários:

Maria de Lurdes disse...

O nome pacifier para mim diz tudo. Para mim é um must!

Gi disse...

Desde o 2º dia de nascimento/vida que pespeguei a dita cuja na boca da minha filha... sem dúvida o must (have!).

Catarina disse...

A minha desde que nasceu que cospe a chupeta...não é fã, mas apesar de ter nascido na MAC e de lá serem extremistas nesse assunto do "hospital amigo do bebé", numa noite de desespero a própria enfermeira perguntou-me se eu não tinha levado uma chupeta na mala...e que a experimentasse, sem dizer claro, que tinha sido ela a sugerir...mais vale prevenir que desesperar ;)! beijinhos

MarianaS disse...

Estou contigo, 100%!

sofia costa disse...

se este te pegar nela... Aqui o meu Vasco só a aguenta uns segundos... por mais que eu tente, o rapaz não lhe pega!

batatas com maionese disse...

É isso tudo Simons! Fazes tu muito bem!

Tica disse...

nunca mais caio nessa esparrela, o que sofri em 15 dias! e até foi por aí que a amamentação começou a correr mal... fez da mama... chupeta... e depois abcesso mamário.

Aline disse...

Fazes muito bem. Eu fui um bocado na onda dessas teorias. Queria dar chucha (porque está comprovado que bebés que chucham são mais calmos), mas fui na conversa que nos primeiros 15 dias, não a deveria dar e muito menos nos primeiros dias. Só te digo que me arrependi. Ele custou a pegar na chucha e eu fartei-me de insistir. Até que cedeu e gostou tanto que ainda hoje a usa para adormecer (mal com o qual tenho de acabar). Leva a chucha e não vás na conversa das seitas contra a chucha.

**SOFIA** disse...

a chupeta, foi sem dúvida uma das coisas mais jeitosas que levei na mala da outra vez, agora também não poderia faltar ;)))

Marta disse...

A minha mais velha foi completamente viciada até aos 4 (deixá-la foi um trinta e um). A mais nova nunca gostou, sempre a cuspiu, ainda insisti durante uns meses mas depois desisti. Nem imaginas a diferença. Digo mal da minha vida. Como não tem esse consolo, tudo fica mais difícil, quer colo a toda a hora, não tem aquele botão off tão bom em certas alturas.
Por isso, eles gostando, a chupeta é uma óptima aliada.

eu disse...

Eu levei na mala para a maternidade e foi mesmo o que me safou, pois nao tinha leite e ele com a chucha ficava caladinho. Aliás, na maternidade perguntaram me logo pela chucha :p