1 de junho de 2012

Dia da Criança


Quando eu tinha 6 anos fomos morar para a Áustria, ficámos lá durante 3 anos. Éramos só nós os 5, nós não fomos numa situação de "malinha de cartão" mas não tínhamos mais família, não fomos morar para nenhum bairro de portugueses, nem sequer conhecíamos portugueses que lá morassem. Fomos emigrantes durante uns 9 anos repartidos por outro país em que esta situação se repetiu.
Quando fomos para a Áustria não sabíamos falar alemão e fomos para a escola, pois que remédio.
Um belo dia apareceu um fotógrafo para retratar as crianças, a maior parte tirava fotografias sozinho, eram  quase todos filhos únicos ou já teríam irmãos noutras faixas etárias. Nós para além de sermos emigrantes e não percebermos nada do que nos diziam, causámos um certo burburinho por sermos 3!
Estas foram as nossas melhores expressões para a posteridade. Expressões de quem ainda não fazia parte do sistema.

Hoje que é dia da criança, o meu pensamento está com os filhos de quem emigra e não percebe nada de nada.

12 comentários:

linda barreiro disse...

que lindo, sofia! adorei o post! ainda bem que nessa odisseia de emigração vieram parar a Oliveira, de outra forma não vos tinha conhecido e não nos tínhamos tornado amigos :) beijinhos aos 3!

**SOFIA** disse...

essa é que é essa Linda**

lena disse...

que riquinhos ,estavam mesmo KO,pareciam alheios a tudo

Maria de Lurdes disse...

Muito bom, adorei!

Anónimo disse...

é engraçado, tenho uma foto com uma expressão muito parecida no meu primeiro dia de aulas em Paris... despero de nao perceber NADICA do que se passa!

claudia disse...

q dureza fogo! (situaçao complicada :) bjinhos

batatas com maionese disse...

Amei!!

Marta disse...

Muito bom!
Embora com as dificuldades inerentes à língua e à vossa condição de família emigrante, deve ter sido uma óptima experiência.

Carla R. disse...

Gostei muito de ler e ver este post. Tinha tantas, tantas perguntas a fazer-te sobre esta experiência. Como é que a vês agora, como é que achas que te mudou como pessoa, o que é que ficou contigo destes anos, etc. Quando não tiveres nada para fazer à tua vida, vou querer saber muitos detalhes.

sofia costa disse...

Eu adoro a vossa "estória" de vida!
Esta foto é lindíssima!

umademim disse...

sofia!
please também precisava tanto de ouvir-te falar sobre isso!
estamos na iminência de emigrar para a parte alemã da suiça, com dois filhos um de 4 e um de 1. ora nenhum de nós sabe alemão e todos os dias me angustia pensar no mais velho de 4 anos atirado às feras de um lugar em tantas coisas diferente!

sof* disse...

Obrigada pelos vossos comentários!!!

Carla R. e Umademim, durante esta semana farei um texto para vocês onde tentarei resumir a minha experiência. Foi positiva, garanto-vos :)