28 de janeiro de 2014

rapaz ou rapariga?


Há dias lia este post do blog Documenting Delight e fiquei a pensar nisto: tendo eu um casal de filhos, se por acaso engravidasse novamente, teria eu preferência por um dos sexos?
Quando engravidei do Vasco, por questões meramente práticas ter-nos-ia sido mais jeitoso se tivesse sido uma menina, no entanto, era apenas um detalhe. Morar num T2 com um casal de filhos é algo que tem os dias contados, mas também não é nenhum drama e com o tempo as coisas resolvem-se.

Ter um menino em casa, há um ano e meio tem sido uma experiência diferente da que havíamos tido anteriormente. Ele é (ainda) mais enérgico do que a irmã, de um modo geral ele é tudo "em mais" do que ela; mais bruto, mais meigo, mais maroto, mais persistente e começa a dar sinais de comportamentos mais explosivos, tais como atirar com os pratos, talheres, roupas, tudo!

Ter uma menina em casa há quatro anos e meio é ter alguém muito previsível, que brinca sossegadamente, que raramente chorava, que gosta de estar com as suas coisinhas, que fala tudo desde muito cedo, que nunca fez cenas, que sempre compreendeu e raramente contestou. Uma menina que parecia ter vindo com um livro de instruções, sem dúvida.

Existisse a possibilidade de escolher entre mais um menino ou mais uma menina e eu confesso a minha dificuldade. Naturalmente que eu não tenho crianças padrão, nem todas as meninas são como a minha e muito menos, nem todos os meninos são iguais ao meu. Pudesse eu escolher entre menino ou menina (utopicamente falando!!) e olhando ao facto de que em breve estaremos com 40 anos (MEDOOOO) acho que escolheria uma menina igual à menina que já temos. Creio que ter um bebé tão simples de entender é algo que qualquer pai/mãe gostariam de ter e acho que seria por aí a minha opção. Fosse o Vasco assim "básico" e podia vir também rapaz, como é óbvio :DDD

E vocês, que me lêem, eram capaz de escolher um sexo em detrimento do outro no caso de já terem um casal fofinho?

10 comentários:

Mum's the boss disse...

tb n sei decidir. Mesmo!

Luna Piena disse...

:), também tenho um casal. Ela a mais velha. Não posso dizer que veio com manual de instruções mas também penso que não nos podemos queixar. Ela tem 3 anos e ele tem agora 8 meses. Do que temos observado penso que ele também vai ser mais irrequieto, mas também parece ser mais meigo, mais extrovertido. Quando fiquei grávida a 1ª vez queria um rapaz. por razões que vim a verificar sem fundamento. Na 2ª vez queria uma menina para brincar com ela, imaginavas-as cúmplices de segredos, saídas para as compras, as melhores amigas e tive um rapaz. E hoje volvidos 8 meses, penso que foi bom um rapaz, viver as duas experiências, são diferentes e acho que se complementam. Mas se tivesse o 3º e se tivesse a possibilidade de escolha...acho que sim voltava a escolher uma menina, pelos motivos que falei atrás e porque acho que os rapazes não são tão dados a essas coisas. Além de que ele seria o biju das meninas :)

Daniela disse...

eu so tenho UMA.
adoro a minha UMA.
acho sempre que gostaria de ter outra menina, mas tambem gostaria de ter um rapaz.
nao fui clara...? é dificil escolher.

sofia costa disse...

Eu nunca mas nunca tive uma preferência... e é mesmo verdadeiro o que estou a dizer, não é para ficar bonito, não é mesmo! Disse sempre isso! Sempre! Quando estava grávida do segundo, tal como tu, pensava que seria mais pratico ser outra menina por tudo e também pela afinidade que uma mulher, mãe, tem com uma filha, mulher! Mas só por isso e ainda assim não era uma preferência...

Um dos maiores sonhos da minha vida foi sempre ser mãe, desde muito pequena que me lembro de ter esse sonho!
Como, infelizmente, passei pela experiência de dois abortos espontâneos e dois sustos nas gravidezes os meus filhos, ter um filho com saúde é quase um milagre, o sexo é um pormenor!

Marta disse...

Estamos com ideias! :)
Cá eu escolhia um rapaz, mas pelas razões opostas às tuas, a ver se era desta que me calhava na rifa um ser mais calminho!
Doces e carinhosas as minhas são, às vezes até demais, agora meninas sossegadinhas, não contestatárias, sem cenas e birras, não são mesmo :(
Go girl! ;)

batatafritamae disse...

Sim!
Uma menina :D
Eu tenho uma panca por meninas, apesar de achar que a minha vai dar-me mais que fazer do que o irmão.

Raquel disse...

Eu tenho duas meninas. A segunda tem três semanas e se pudesse ter escolhido escolheria uma por questões praticas (se calhar fúteis) como a roupa, o quarto, blá blá...mas por outro lado adorava ter um rapaz...

Raquel

http://margaridaflordaminhavida.blogspot.pt/

Simplesmente Ana disse...

A minha filha encaixa na descrição de Leonor (com excepção da parte de falar cedo). Sempre tive queda para meninas, na minha família estão em larga vantagem e acho (lá está) que escolhia outra menina, mesmo já tendo uma.

cibele barreto disse...

acho que eu escolheria uma menina...mas não por que é mais tranquilo (definitivamente é), mas para poder matar as saudades daquela meiguice feminina que eu adoro, confesso.

engraçado ler o teu post...vejo o João. atira tudo. moleques!!!

beijinhos daqui de longe

Ana Maldivas disse...

menina, menina, menina... digam o que disserem são muitoooo mais calminhas. Filho biológico tenho o furacãozinho Mini Mig de 2 anos e meio. Uma amor,, anda sempre a perguntar-me se estou feliz,etc. Mas as brincadeiras são todas a abrutalhar. Acaba com tudo a voar. Nas birras imprime força... Não pára um minuto, quer quer eu jogue à bola, às raquetes, foge, guincha, enfim. E depois tenho uma sobrinha que realmente é a menina com manual de instruções. Mas para tirar quaisquer dúvidas, é só para olhar para os meus enteados. Gémeos. 9 anos, um menino uma menina. Não tem nada a ver! NADA. Se a casa fosse pelo menos maioria de meninas seria tudoooo tão mais fácil por aqui.