8 de janeiro de 2010

Baralha e torna a dar

Como nós tomámos a decisão de que o Rui iria ficar em casa com a Leonor da parte da tarde, foi necessário intervir na nossa sala. Ao contrário do período em que o Rui trabalhou cá em casa, que foi curto (na altura do pé partido...), esta temporada avizinha-se mais longa, então eis o que fizemos:

Tínhamos dois sofás que sentavam 5 pessoas.


Retirámos o mais pequeno, comprámos um módulo aéreo igual à estante original e comprámos um toucador com gaveta que adaptámos para secretária de computador.



Para compensar, um pouco, a ausência do outro sofá, comprámos uma banqueta do mesmo modelo que faz assim uma espécie de chaise-longue. A banqueta tem a particularidade de ter um fundo reaproveitável, porreiro para comandos de televisão, revistas e brinquedos ambulantes.


O Rui já está a trabalhar e que bem que está instalado.
Que inveja...

7 comentários:

administrador disse...

ficou bem fixe, e a sala até parece mais espacosa ;-)
Agora RP nao te esquecas de desligar o computador ao final da tarde!!! Escritório em casa = a nao ter horários

Ladybug disse...

Olha, ficou bem! Realmente até parece que ficaram com mais espaço mesmo tendo posto mais coisas! :D

martabatista.com disse...

parecendo que não um sofá ocupa muito espaço...

a leo estava com ar de "e colo n?"

remodelação bem fixe a vossa! acho que o RP não vai querer sair daí tão cedo...

miriam disse...

=)) pois nós não conseguimos ainda dispensar o nosso escritório... somos uns tralheiros... e portanto o jaime ainda não tem quarto! na sala é impossível porque temos já 3 estantes e o piano :s
tens é que pôr qualquer coisa ali por baixo da cadeira senão lá se vai a madeirinha do chão à vida ;))

MarianaS disse...

Parabéns! Pela remodelação e pela coragem de trabalhar em casa... é coisa que eu evito ao máximo, detesto!
A sala parece mais espaçosa.
É tudo IKEA?
Bj

Eu disse...

Mais espaçosa =) sem duvida tens razão que inveja o poder ficar em casa td bem instaladinho =)
beijus

Tica disse...

Eu não estou a perceber! Onde é que me sento agora?