12 de janeiro de 2010

De volta à vida


Hoje quando senti o comboio deslizar nos carris não quis acreditar que estava diante do primeiro dia do resto da minha vida. Se calhar é demasiado dramático, pois a vida muda por vezes sem darmos conta, mas o facto é que foi isso que senti. Foi muito difícil sair de casa, o Rui foi levar-me ao comboio, chovia e estava escuro, não falei, era altamente provável que me fosse abaixo. Sentei-me junto à janela, liguei o meu mp3 e fui ouvindo músicas melosas da Rádio Renascença. A chuva fez grandes estragos ao caminho e deu para ver as caras de pasmo de alguns dos passageiros.
A viagem serviu para me preparar para reencontrar os meus colegas. Cheguei ao Porto, mais chuva, cidade escura; subi o calvário de antes e quando cheguei ao trabalho foi como se o Sol tivesse aberto. Uns queridos os meus colegas, receberam-me como se me tivessem visto há dias (e já não os vejo desde meio de Julho), puseram-me logo a par das novidades que não haviam, estava tudo na mesma como a lesma :D
Liguei o meu computador e parecia burrinha, não sabia as passwords, não sabia onde tinha os trabalhos, nem sabia o meu número de funcionária para marcar cantina. O dia passou num instante, as saudades foram mais suportáveis do que eu imaginava e mal dei por ela já vinha de regresso.
Cheguei a casa, alegria, alegria!! Dei-lhe banho, conversámos longamente, dei de mamar e ajudei o meu maridão a adiantar o jantar. Estou certa de que isto vai correr bem, somos uma equipa. Neste momento estou ainda fora de forma, já não tenho o andamento de antes, mas estou convicta de que em breve serei a caminhadora e profissional que era.

9 comentários:

miriam disse...

não tenhas dúvidas ;) rapidamente voltas à forma!!
adorei conhecer-te :D

Aline disse...

Claro que vais voltar ao que eras. Se bem que, há algo que muda em nós... Comigo aconteceu. Apesar de ter mudado de funções, agora, sou muito menos viciada em trabalho. Neste momento, a minha prioridade é o Martim. É óbvio que a parte do trabalho também é importante mas quando temos um bebé à nossa espera, estamos desejosas de voltar para casa.
Beijinhos e força (vai ser mais fácil do que pensas).

Ana disse...

Mesmo sem te conhecendo, acredito q rapidamente voltas "ao normal".
Transmites mta paz........
bjinhos

R. disse...

Voltamos! Cumprimos! Mas somos outras e isso tem forçosamente impacto (que pode até ser bem positivo) no nosso trabalho!

Catarina disse...

Vais ver que tudo vai correr bem e voltar ao normal sem dares por ela. A vida é mesmo assim :), e normalmente somos mais fortes do que imaginamos...
Se quando voltamos de férias parece que ganhamos resistência ao trabalho e formatamos a parte do nosso cérebro que estava destinada ao trabalho, imagino depois de tantos meses...
Beijinhos para os 3 e pensamento positivo ;)!

Marta Mourão disse...

Eu cá acho que nem tudo o que começa mal, acaba mal. Ou seja, um dia que começa cinzento pode acabar solarengo!
Se tens um bom ambiente no trabalho, melhor ainda.
Boas energias para o resto da semana!

MarianaS disse...

Foi isso mesmo que eu senti, de volta à vida.
É claro que tudo irá correr bem.
No meu caso, acho que ainda valorizei mais, quer os momentos que estou em casa, quer o próprio trabalho!
Beijo grande

helena disse...

Ola e um beijinho.Mas e claro que tudo vai correr bem!E como dizes e mto bem e uma equipa q funciona as mil maravilhas para tao bom projecto.Bom regresso ao trabalho e votos felizes para esta nova etapa da tua vida.Boa sorte.

martabatista.com disse...

you go girl! ;)